Concreto armado: utilização e importância do recobrimento nas estruturas

O concreto armado é uma estrutura formada pela união do concreto a uma armadura de aço, e é a técnica mais usada no mundo para as construções.


No concreto armado, são combinadas a alta resistência à compressão e a durabilidade que o concreto possui, e a resistência à tração, que, por sua vez, as armações feitas com barras de aço possuem. Na técnica de concreto armado é criada uma aderência entre o concreto e a armadura, mas, diferentemente do concreto protendido, não são aplicados alongamentos nas armaduras para gerar aderência.

A execução do concreto armado é considerada simples, mas, apesar disso, é necessário que seja comandada por um engenheiro especializado em estruturas e cálculos estruturais, até porque o uso do concreto armado deve obedecer a diferentes normas vigentes no território brasileiro. São diversas normas, que dizem respeito ao uso da concreto armado em diferentes construções, entretanto, a principal e considerada carro-chefe entre todas as normas é a NBR 6118 - Projeto de estruturas de concreto - Procedimento.


Além disso, o engenheiro é o responsável por medir a bitola do aço e também a quantidade de cada material que é usado na formação do concreto armado, como lajes, pilares, blocos, sapatas, espaçadores, entre outros.


A utilização do concreto armado pode ser feita em todas as obras que compõem a construção civil, tais como sistemas de esgotos e barragens, prédios, pontes, viadutos, obras de saneamento, estações para tratamento de água e muito mais!


Conheça as vantagens e desvantagens de se utilizar o concreto armado em uma obra.


Vantagens


. Capacidade de assumir diferentes formas com facilidade e rapidez

. Econômico, pois os materiais que o constituem não têm custo alto

. Quando produzido corretamente, é resistente a diferentes fatores, como fogo, desgaste gerado pelo tempo, e o desgaste mecânico causado por choques e vibrações

. Tem maior durabilidade durável em comparação a outros sistemas de construção

. A manutenção do concreto armado tem um custo baixo

. Não necessita de mão de obra super especializada, já que os processos para sua construção são mais simples.


Desvantagens


. O concreto armado possui peso elevado

. As reformas e demolições nessas estruturas são caras e exigem muito trabalho

. Tempo de execução prolongado, maior que outras técnicas de construção

. A sua estruturação gera considerável quantidade de lixos e resíduos.


A importância do recobrimento nas estruturas de concreto armado

Um ponto muito importante para construir uma estrutura de concreto armado que possui durabilidade e consegue resistir aos diferentes fatores é a qualidade no recobrimento da armadura de concreto. Para que a qualidade seja alcançada, a presença de um engenheiro capacitado no desenvolvimento da construção é mais do que necessária.

Quando o recobrimento é feito de maneira inadequada, a estrutura de concreto armado pode sofrer os impactos das chuvas, ventos e outros fenômenos da natureza, e acabar com desgastes, corrosões ou grandes fissuras, que prejudicam a capacidade da estrutura como suporte de carga e, em casos graves, pode ocorrer o colapso da mesma.

Além disso, o recobrimento correto das estruturas também é importante perante à ação do fogo em casos de incêndios. Quanto melhor for o recobrimento, mais proteção à armadura será proporcionada, e a resistência ao fogo será maior.

A atuação do profissional capacitado também é essencial para garantir que o recobrimento atenda às exigências estabelecidas pelas normas, que são diferentes para cada tipo de construção, e estabelecem, por exemplo, variação na quantidade de concreto que deve ser utilizado em diferentes obras. A qualidade do concreto armado está diretamente relacionada aos processos usados na produção do concreto, como o lançamento do concreto e a cura do material.

O uso dos espaçadores

Os espaçadores são fundamentais para a elaboração de um bom recobrimento da armadura na estrutura de concreto armado. Eles são posicionados entre a armadura e a fôrma, com o objetivo de travar a amadura no momento em que o concreto é lançado, garantindo melhor acabamento, cobertura correta e o alinhamento das estruturas.

Os espaçadores são feitos de diferentes materiais, mas os mais utilizados em construções são os de plástico, pois são eficientes, leves e têm custo baixo.

Os espaçadores plásticos são divididos em:

- Circular universal: indicado para utilização em postes, pilares e vigas.

- Espaçador tipo dedal: seu uso é mais indicado para paredes de concreto, ferragens verticais e horizontais. Sua função é apoiar a armadura e garantir uma boa cobertura da ponta de uma ferragem.

- Multiapoio: esse tipo de espaçador é usado na construção de ferragens horizontais pesadas, como fundo de vigas, pisos e tela soldada.

- Espaçador tipo pino: recomendado para bitolas de ferragens horizontais, sejam elas lajes, pisos e pré-moldados em geral.

- Espaçador tipo garra: esse tipo consegue encaixar muito bem na armação e, por isso, é muito utilizado em fundos de vigas, lajes, pisos e ferragens horizontais localizadas em locais muito movimentados, por garantirem mais segurança.

- Espaçador de fôrma: indicado para uso em paredes de concreto, por garantir o alinhamento das fôrmas de alumínio e a espessura adequada das paredes desse tipo de construção.

- Circular para parede de concreto: concede o cobrimento correto e centraliza as armaduras em uma parede de concreto. Encaixa muito bem na armadura e possui contato mínimo com a fôrma.


Os engenheiros da GoMaq possuem capacitação para te oferecer as melhores indicações quanto ao uso do concreto armado e outros tipos de concreto em sua obra. Entre em contato conosco e faça um orçamento!

Fontes:

Escola Engenharia

Astra

AECweb

Logo Assinatura Branca.png
  • Ícone_FB
  • Ícone_IG