Concreto: principais tipos utilizados nas obras e dicas essenciais

O concreto é um dos materiais essenciais utilizados nas obras da engenharia civil. Sua composição é feita pela mistura de cimento, água, areia e brita. O concreto tem a capacidade de resistir a altos níveis de compressão e, quando utilizado em conjunto ainda com outros materiais, como o aço, por exemplo, formando o concreto armado, é capaz de resistir a outros tipos de pressão nas obras, como a tração ou flexão.

Concreto convencional


Esse é o tipo de concreto mais comum e usado nas obras.


Seu uso pode ser feito diretamente no solo, para formar fundações, e também ser jogado em fôrmas, para fazer pisos e lajes. Sua mistura é a básica, com água, cimento, areia e brita, sem adição de outros materiais.


Para garantir o adensamento correto desse cimento, a mistura dos materiais é feita com um vibrador.


Concreto bombeável


O concreto bombeável representa uma variação do concreto convencional.


Contudo, esse tipo de concreto possui um aspecto mais fluido e, dessa maneira, sua colocação pode ser realizada através de bombeadoras.


Para chegar a esse aspecto mais fluido, na formulação do concreto bombeável, utiliza-se maior quantidade de água, e assim a granulometria do é reduzida. Pode ser usado um aditivo para atingir o aspecto pretendido.


Concreto pesado


Como o próprio nome já diz, a principal qualidade desse concreto é a sua alta densidade, atingida através da utilização de materiais como magnetita, barita e hematita.


Dessa forma, esse concreto possui maior durabilidade, resistência e proteção contra radiações.


O concreto pesado é utilizado em construções mais pesadas, como gasodutos, usinas que contenham algum tipo de radiação, hospitais e salas de raio X.


Concreto projetado


O concreto projetado é um tipo muito usado em construções no Brasil. Seu aspecto fluido é ainda maior que o do concreto bombeável, feito com aditivos que aumentam sua aderência ao substrato.


Esse tipo de concreto é aplicado através de máquinas de pressão que lançam um jato de concreto sobre as diferentes superfícies. Geralmente, são usados em encostas para prevenir deslizamentos e em túneis.


Concreto protendido


O concreto protendido é formado através de uma técnica onde são colocados cabos de alta resistência no concreto e são aplicadas tensões nesses cabos.


Essa técnica concede um melhor desempenho às estruturas de concreto protendido para resistir aos esforços de flexão. Sendo assim, com o concreto protendido permite a construção de vãos livres maiores que aqueles do concreto armado convencional.


Concreto armado


Esse tipo de concreto é muito semelhante ao concreto convencional, e muito usado em construções mais simples. A diferença para o convencional é que o concreto armado é feito com armaduras de barras e aço, essas que, por usa vez, concedem ao concreto armado tração e resistência a flexão.


Concreto leve


O concreto leve é caracterizado pela baixa permeabilidade e pelo menor peso que suas estruturas possuem. A massa específica do concreto leve corresponde a cerca dois terços da massa de um concreto comum.


O uso concreto tem diversas vantagens, e é feito na fabricação de blocos, preenchimento de lajes e regularização de superfícies. O concreto leve tem algumas desvantagens: necessita de mais água para ser feito e maiores riscos de segregação.


Concreto celular


Esse tipo de concreto é muito usado em paredes, divisórias e nivelamento de pisos.


É mais leve que o concreto convencional, e sua principal divergência para os outros concretos é que sua fabricação exige um aditivo especial de espuma.


É importante saber que, além de saber qual tipo de concreto utilizar em determinada obra, para obter resultados eficientes, é preciso tomar alguns cuidados. Veja alguns deles:

- Escolher um cimento de boa qualidade;

- Saber a quantidade de água a ser usada na formulação do concreto, a depender de cada tipo;

- Ter muita atenção durante os passos de fabricação do concreto, tais como transporte, lançamento, adensamento e cura o concreto;

- Utilizar pedra e areai limpas, livres de argila, barro e materiais orgânicos;

- Umedeceder as pedras caso estejam expostas ao sol.


Fontes:

Atex

Tecnosil